• New Planecom

Principais exames laboratoriais



Quem costuma fazer os check-ups de rotina sabe a importância dos exames laboratoriais. Graças a eles, os especialistas podem notar se o organismo apresenta alguma alteração, mesmo que assintomática, e iniciar o tratamento o mais breve possível. Além disso, eles são indispensáveis para estimar o risco anestésico-cirúrgico em avaliações pré-operatórias.


Quais são os exames laboratoriais mais pedidos?

A medicina diagnóstica, da qual fazem parte os exames laboratoriais, participa de 70% das decisões clínicas relacionadas ao diagnóstico e tratamento de problemas de saúde. A seguir, conheça os principais tipos de exames realizados a partir de amostras de sangue, urina e fezes.


Exames de sangue

O hemograma serve para analisar as principais células do sangue. São elas:


hemácias (glóbulos vermelhos), cujos valores servem para o diagnóstico da anemia;

leucócitos, cujos valores são usados no diagnóstico infecções, como a pneumonia, e diversas alergias;

plaquetas, cujos valores servem para determinar problemas de coagulação, ou seja, se o paciente é propenso à sangramentos (em cirurgias, por exemplo) ou à formação de trombos.


Exames de urina

O exame de urina mais básico é a urina tipo I. Avaliando características como cor, densidade e pH, bem como a dosagem de proteínas, glicose, hemácias, leucócitos e bactérias, é possível detectar infecções urinárias e patologias renais.

A urocultura também serve para diagnosticar infecções urinárias. Mas a análise vai além, identificando o tipo de bactéria causadora da infecção.


Exame de fezes

O exame de fezes serve para detectar doenças no aparelho digestivo ou na região retal. Para isso, verifica-se se há indícios de sangue, gordura, bactérias, protozoários ou parasitas (vermes) na amostra fecal. Além disso, por meio da análise dos níveis de acidez nas fezes, pode-se diagnosticar intolerâncias e alergias alimentares.


Como se preparar?

· A grande maioria dos exames podem ser realizados com jejum de 9 a 14 horas.

· A ingestão de água pura não tira o jejum. Convém evitar a ingestão excessiva de líquidos antes da coleta de urina.

· A ingestão de álcool deve ser evitada nas 24 horas que antecedem o exame.

· A amostra ideal para a realização da maioria dos exames de urina é o primeiro jato da manhã, após higiene da região genital, desprezando-se o primeiro jato. Alguns exames, por exemplo, dosagem de prolactina e cortisol, exigem descanso prévio de aproximadamente 30 minutos.

· Alguns exames exigem que o paciente faça dieta prévia, mas, nestes casos, instruções específicas serão fornecidas.


Todo e qualquer preparo prévio deve ser indicado pelo laboratório em que será feito os exames.


#newplanecom #plataforma #corretora #planos #saude #exameslaboratoriais

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo