• New Planecom

Março Lilás e Amarelo



O mês de março é conhecido como o mês das mulheres, mas para a área da saúde, ele é ainda mais especial. Em março, temos as campanhas importantes de conscientização e prevenção da saúde da mulher: o Março Lilás e Amarelo.


O Março Lilás é voltado à prevenção do câncer de colo de útero, o terceiro tipo mais comum em mulheres e que afeta milhares todos os anos. Conhecido também como câncer cervical, a doença é causada pela infecção por alguns tipos do Papilomavírus Humano – HPV


O Março Amarelo é voltada à conscientização sobre a endometriose. Uma doença que afeta cerca de 10% da população feminina no país e, embora seja bem comum, ainda é pouco conhecida.


Sintomas do câncer do colo do útero:

Já nos estágios mais avançados, alguns sintomas podem incluir:

· Sangramento vaginal sem causa aparente e fora do período menstrual;

· Corrimento vaginal com mau cheiro ou coloração marrom;

· Dor abdominal ou pélvica constante, que pode piorar ao usar o banheiro ou durante o contato íntimo;

· Vontade de urinar mais frequente, mesmo durante a noite;

· Perda rápida de peso sem motivo aparente.


Como posso prevenir e como funciona o diagnóstico?

Existem hoje três formas de se prevenir desta doença. A primeira delas é com a vacina contra o HPV para meninas que ainda não iniciaram a sua vida sexual. A segunda maneira de se prevenir é através do exame preventivo, Papanicolau, que deve ser feito periodicamente e é a principal forma de diagnóstico para o câncer de colo de útero. Já a terceira forma é relacionada ao tratamento precoce de lesões encontradas no exame preventivo. Quando descoberto precocemente, as chances de curar estas lesões antes de elas se tornarem um câncer são bastante altas.


Entre os tratamentos mais comuns para esta doença estão desde tratamento com medicamentos até cirurgia, eletrocirurgia, quimioterapia ou radioterapia.


Sintomas da endometriose:

· Alguns outros sintomas da endometriose são:

· Fortes cólicas menstruais;

· Dor durante as relações sexuais;

· Infertilidade;

· Fluxo menstrual intenso ou irregular;

· Dor e sangramento intestinais e urinários durante a menstruação.


Como funciona o diagnóstico e tratamento da doença?

Geralmente, a suspeita do diagnóstico já acontece na consulta com o ginecologista através da descrição dos sintomas pela paciente. Por isso, é muito importante que a mulher esteja familiarizada com o seu próprio corpo e compartilhe todas as informações nas consultas periódicas. Já para a confirmação do diagnóstico, o médico pode pedir alguns exames laboratoriais e de imagem como laparoscopia, ultrassom endovaginal ou ressonância magnética.


Para o tratamento da doença, dependerá muito de cada caso, idade, desejo de ter filhos e da evolução da condição. Dentre as opções de tratamento, existem o uso de medicamentos que suspendem a menstruação ou cirurgia, para a retirada das áreas afetadas ou histerectomia, com retirada dos ovários.


#newplanecom #plataforma #corretora #planos #saude #marçolilas #marçoamarelo #endometriose #cancerdocolodoutero #saudefeminina #mesdamulher

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo