top of page

Médico de Família: o que é e o que faz?



Você já ouviu falar em médico da família? Muita gente, quando escuta esse termo, logo pensa naquele médico de antigamente, que visitava a casa das pessoas, era amigo íntimo do avô e acompanhou o nascimento de todos os filhos e netos.


Errado não está: o médico de família tem mesmo esse acompanhamento mais próximo de seus pacientes, mas não necessariamente indica intimidade. E mais: muitas pessoas não sabem, mas o médico de família é uma especialidade da medicina contemporânea, muito conhecida no exterior e que está se tornando cada vez mais comum no Brasil.


O que é o médico da família?

É o profissional que se especializou em medicina de família e comunidade e atende desde o nascimento até a finitude da vida — incluindo os cuidados paliativos. Ou seja, o médico da família tem conhecimento e competência para atender crianças, jovens, adultos, puérperas e idosos, sem restrição de idade, gênero ou doenças.

O grande diferencial dessa especialidade é a visão holística sobre o ser humano. Isso porque o papel do médico da família vai para além de um diagnóstico pontual sobre uma doença já existente. Ele é pautado em um acompanhamento próximo que tem por objetivo atuar de maneira preventiva, sempre considerando a saúde e sua inter-relação com as relações pessoais, do ambiente de trabalho e da comunidade em que o paciente vive, além de possíveis sintomas.

Em casos específicos e se necessário, o médico da família pode fazer um encaminhamento para outros especialistas, chamados de especialistas focais.


Quais são os diferenciais dessa modalidade da medicina?

Uma das características mais marcantes desse profissional é a relação médico-paciente, que é individualizada e personalizada.

Além da proximidade, há uma relação duradoura de confiança. Por acompanhar o paciente ao longo do tempo, o médico tem conhecimento amplo sobre doenças, predisposições, alergias, riscos e demais particularidades.

Com isso, o atendimento se torna mais objetivo e aprofundado, além de colaborar para a prevenção de doenças, a promoção de saúde, a redução de riscos de automedicação, a cura e a reabilitação.


11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page